us open tennis
Com nossa Metodologia Revolucionária, você vai aprender a desenhar, superando seus bloqueios de forma rápida, como sempre sonhou. Irá sair do zero até um nível profissional, passo a passo, através de exercícios simples e agradáveis. E o mais importante: você não precisa ter Dom ou Talento.
VOCÊ NÃO ACREDITA?? EXPERIMENTE!!!!คาสิโนออนไลน์ เครดิตฟรี

QUERO APRENDER A DESENHAR

















NOSSA METODOLOGIA FARÁ EMERGIR SEU POTENCIAL CRIATIVO

A Oficina Criativa utiliza um método de autoconhecimento das potencialidades desconhecidas do ser humano através do acesso ao Hemisfério Direito do Cérebro, desenvolvendo as habilidades, fazendo emergir a capacidade criativa que existe dentro de cada um de nós, aprimorando o lado sensorial e intuitivo,  permitindo ver as coisas de maneira diferente, de uma forma criativa e global

TEM DÚVIDAS? ASSISTA ESTE VÍDEO DA PROFESSORA LÍDIA PEYCHAUX


QUERO APRENDER A DESENHAR

QUE VOCÊ APRENDERÁ NO CURSO:
“O PODER TRANSFORMADOR DO DESENHO”

AULA 01




Saiba mais


AULA 01. Compreendendo os vazios e os cheios. Exercício de desenho através da percepção dos cheios e dos vazios.

– “Desenhar é uma capacidade a ser desenvolvida”. Você não necessita ter dom ou talento para poder desenhar;

– Primeira dica extraordinária, uma experiência iluminadora o “Desenho Invertido”;

– Desenhar é um ato de ver e não de olhar;

– Segunda dica extraordinária, “Desenhando pelos Espaços Vazios”; ver os espaços “cheios de nada”;

AULA 02




Saiba mais


AULA 02. Em busca da unidade e do equilíbrio entre os hemisférios cerebrais. Uso e treinamento de traços com técnicas variadas, usando a linha para tornar a forma em volume. Variação tonal, da sombra à luz.

– “Desenho de uma paisagem”. A percepção das formas;

– Os tons criados pelo efeito da linha e da sombra;

– Usando a linha para tornar a forma em volume,

– A variação tonal;

– A composição, a escolha do formato do suporte certo;

AULA 03




Saiba mais


AULA 03. Comentário sobre uma natureza morta e exercício de desenho de uma paisagem.

– “Como desenhar a natureza morta e paisagens”.

– Aprofundando os conceitos de claros/escuros;

– Aplicando na prática os claros escuros e sombras;

– Os tons criados pelo efeito da linha e da sombra;

AULA 04




Saiba mais


AULA 04. Exercício de dois animais. Usando os espaços vazios e cheios, invertendo os modelos.

– “Como desenhar animais”;

– A textura aplicando sombra;

– Aplicando os conceitos de sombras com traços soltos;

– A importância do enquadramento;

– Como perceber uma cena – o visor;

– Desenhos de objetos ou cenas ao vivo;

– O desenho de animais, um cavalo e um galo;

AULA 05




Saiba mais


AULA 05. Exercício: rosto humano de perfil, à proporção

– “O Desenho de rostos humano de perfil”;

– Os mistérios do rosto humano;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

– Desenhos de objetos ou cenas ao vivo;

– O desenho de animais, um cavalo e um galo;

AULA 06




Saiba mais


AULA 06. Exercício: rosto humano de frente, proporção e detalhes fisionômicos.

– “O Desenho de rostos humanos de frente”;

– Aplicando os conceitos gerais de proporção de rosto;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

AULA 07




Saiba mais


AULA 07. Exercício Rosto Humano de Médio Perfil a Proporção.

– “O Desenho de rostos humanos médio perfil”;

– O meio perfil oferece um desafio maior de observação;

– Desenhar rosto de médio perfil da tridimensionalidade ao desenho;

– A influência da luz e da sombra ocorrida pelo efeito de rotação do rosto;

– Aplicando os conceitos gerais de proporção de rosto;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

AULA 08




Saiba mais


AULA 08. Exercícios de Pés e Mãos.

– As extremidades do corpo humano, denotam emoções e movimento;

– As extremidades do corpo humano e sua complexidade;

– Sua proporção em relação ao corpo humano;

– O desenho de extremidades, mãos, braços e pés;

– As extremidades sua relação com o corpo;

AULA 09




Saiba mais


AULA 09. Exercícios, 2 Rostos de Médio Perfil, um Garoto e uma Mulher.

–  Estudo do rosto humano a partir de sua expressão fisionômica;

– Uma ferramenta fantástica “O Eneagrama”;

– Nossas expressões e comportamentos cotidianos;

– A lei da proporção, “a justa relação das partes entre si e de cada parte como o todo”,

a “medida certa das coisas”;

– Os traços principais da personalidade;

AULA 10




Saiba mais


AULA 10. Exercício, Corpo Humano Masculino e sua Proporção.

–  Vamos aprender a desenhar o corpo humano Masculino;

– As proporções e suas particularidades;

– A representação do movimento;

– A atitude do modelo, dinâmica ou estática;

– Sua estrutura óssea, as diversas partes do corpo;

– O eixo do movimento;

– Como escolher uma postura que valorize suas características anatômicas;

AULA 11




Saiba mais


AULA 11. Exercício, corpo Humano Feminino e sua Proporção.

–  Como desenhar o corpo humano Feminino;

–  O corpo humano Feminino, suas proporções;

–  O corpo humano Feminino, suas particularidades, altura, curvas, musculação;

– A representação do movimento;

– A atitude do modelo, dinâmica ou estática;

– Sua estrutura óssea, as diversas partes do corpo;

– A iluminação e o desenho de contornos;

– A luz ea sombra, sua importância para a definição dos volumes;

– O corpo humano, como um conjunto de relevos a ser destacados no desenho;

AULA 12




Saiba mais


AULA 12. Exercício, Desenho de uma Mão ao Vivo, Desenho Cego, e Desenho com os dois Hemisférios Cerebrais.

–  Noções importantes sobre criatividade;

– Exercício de modelo ao vivo: “A SUA MÃO”;

– Como liberar a criatividade do lado direito do cérebro “Uma maneira diferente de ver”;

– O observador interno uma forma de ver “longa e profundamente”;

– De onde vêm os estados e as idéias criativas?

– A Tríade da força criativa: Intuição, Vontade  e Fé;

– Nossa Fonte Criativa – O Desenho Cego;

– A transição de modalidade cerebral do Hemisfério Esquerdoao Hemisfério Direito;

– O uso equilibrado dos dois Hemisférios Cerebrais;




AULA 01




Saiba mais


AULA 01. Compreendendo os vazios e os cheios. Exercício de desenho através da percepção dos cheios e dos vazios.

– “Desenhar é uma capacidade a ser desenvolvida”. Você não necessita ter dom ou talento para poder desenhar;

– Primeira dica extraordinária, uma experiência iluminadora o “Desenho Invertido”;

– Desenhar é um ato de ver e não de olhar;

– Segunda dica extraordinária, “Desenhando pelos Espaços Vazios”; ver os espaços “cheios de nada”;

AULA 02




Saiba mais


AULA 02. Em busca da unidade e do equilíbrio entre os hemisférios cerebrais. Uso e treinamento de traços com técnicas variadas, usando a linha para tornar a forma em volume. Variação tonal, da sombra à luz.

– “Desenho de uma paisagem”. A percepção das formas;

– Os tons criados pelo efeito da linha e da sombra;

– Usando a linha para tornar a forma em volume,

– A variação tonal;

– A composição, a escolha do formato do suporte certo;

AULA 03




Saiba mais


AULA 03. Comentário sobre uma natureza morta e exercício de desenho de uma paisagem.

– “Como desenhar a natureza morta e paisagens”.

– Aprofundando os conceitos de claros/escuros;

– Aplicando na prática os claros escuros e sombras;

– Os tons criados pelo efeito da linha e da sombra;

AULA 04




Saiba mais


AULA 04. Exercício de dois animais. Usando os espaços vazios e cheios, invertendo os modelos.

– “Como desenhar animais”;

– A textura aplicando sombra;

– Aplicando os conceitos de sombras com traços soltos;

– A importância do enquadramento;

– Como perceber uma cena – o visor;

– Desenhos de objetos ou cenas ao vivo;

– O desenho de animais, um cavalo e um galo;

AULA 05




Saiba mais


AULA 05. Exercício: rosto humano de perfil, à proporção

– “O Desenho de rostos humano de perfil”;

– Os mistérios do rosto humano;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

– Desenhos de objetos ou cenas ao vivo;

– O desenho de animais, um cavalo e um galo;

AULA 06




Saiba mais


AULA 06. Exercício: rosto humano de frente, proporção e detalhes fisionômicos.

– “O Desenho de rostos humanos de frente”;

– Aplicando os conceitos gerais de proporção de rosto;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

AULA 07




Saiba mais


AULA 07. Exercício Rosto Humano de Médio Perfil a Proporção.

– “O Desenho de rostos humanos médio perfil”;

– O meio perfil oferece um desafio maior de observação;

– Desenhar rosto de médio perfil da tridimensionalidade ao desenho;

– A influência da luz e da sombra ocorrida pelo efeito de rotação do rosto;

– Aplicando os conceitos gerais de proporção de rosto;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

AULA 08




Saiba mais


AULA 08. Exercícios de Pés e Mãos.

– As extremidades do corpo humano, denotam emoções e movimento;

– As extremidades do corpo humano e sua complexidade;

– Sua proporção em relação ao corpo humano;

– O desenho de extremidades, mãos, braços e pés;

– As extremidades sua relação com o corpo;

AULA 09




Saiba mais


AULA 09. Exercícios, 2 Rostos de Médio Perfil, um Garoto e uma Mulher.

–  Estudo do rosto humano a partir de sua expressão fisionômica;

– Uma ferramenta fantástica “O Eneagrama”;

– Nossas expressões e comportamentos cotidianos;

– A lei da proporção, “a justa relação das partes entre si e de cada parte como o todo”,

a “medida certa das coisas”;

– Os traços principais da personalidade;

AULA 10




Saiba mais


AULA 10. Exercício, Corpo Humano Masculino e sua Proporção.

–  Vamos aprender a desenhar o corpo humano Masculino;

– As proporções e suas particularidades;

– A representação do movimento;

– A atitude do modelo, dinâmica ou estática;

– Sua estrutura óssea, as diversas partes do corpo;

– O eixo do movimento;

– Como escolher uma postura que valorize suas características anatômicas;

AULA 10




Saiba mais


AULA 10. Exercício, Corpo Humano Masculino e sua Proporção.

–  Vamos aprender a desenhar o corpo humano Masculino;

– As proporções e suas particularidades;

– A representação do movimento;

– A atitude do modelo, dinâmica ou estática;

– Sua estrutura óssea, as diversas partes do corpo;

– O eixo do movimento;

– Como escolher uma postura que valorize suas características anatômicas;

AULA 12




Saiba mais


AULA 12. Exercício, Desenho de uma Mão ao Vivo, Desenho Cego, e Desenho com os dois Hemisférios Cerebrais.

–  Noções importantes sobre criatividade;

– Exercício de modelo ao vivo: “A SUA MÃO”;

– Como liberar a criatividade do lado direito do cérebro “Uma maneira diferente de ver”;

– O observador interno uma forma de ver “longa e profundamente”;

– De onde vêm os estados e as idéias criativas?

– A Tríade da força criativa: Intuição, Vontade  e Fé;

– Nossa Fonte Criativa – O Desenho Cego;

– A transição de modalidade cerebral do Hemisfério Esquerdoao Hemisfério Direito;

– O uso equilibrado dos dois Hemisférios Cerebrais;




AULA 01




Saiba mais


AULA 01. Compreendendo os vazios e os cheios. Exercício de desenho através da percepção dos cheios e dos vazios.

– “Desenhar é uma capacidade a ser desenvolvida”. Você não necessita ter dom ou talento para poder desenhar;

– Primeira dica extraordinária, uma experiência iluminadora o “Desenho Invertido”;

– Desenhar é um ato de ver e não de olhar;

– Segunda dica extraordinária, “Desenhando pelos Espaços Vazios”; ver os espaços “cheios de nada”;

AULA 02




Saiba mais


AULA 02. Em busca da unidade e do equilíbrio entre os hemisférios cerebrais. Uso e treinamento de traços com técnicas variadas, usando a linha para tornar a forma em volume. Variação tonal, da sombra à luz.

– “Desenho de uma paisagem”. A percepção das formas;

– Os tons criados pelo efeito da linha e da sombra;

– Usando a linha para tornar a forma em volume,

– A variação tonal;

– A composição, a escolha do formato do suporte certo;

AULA 03




Saiba mais


AULA 03. Comentário sobre uma natureza morta e exercício de desenho de uma paisagem.

– “Como desenhar a natureza morta e paisagens”.

– Aprofundando os conceitos de claros/escuros;

– Aplicando na prática os claros escuros e sombras;

– Os tons criados pelo efeito da linha e da sombra;

AULA 04




Saiba mais


AULA 04. Exercício de dois animais. Usando os espaços vazios e cheios, invertendo os modelos.

– “Como desenhar animais”;

– A textura aplicando sombra;

– Aplicando os conceitos de sombras com traços soltos;

– A importância do enquadramento;

– Como perceber uma cena – o visor;

– Desenhos de objetos ou cenas ao vivo;

– O desenho de animais, um cavalo e um galo;

AULA 05




Saiba mais


AULA 05. Exercício: rosto humano de perfil, à proporção

– “O Desenho de rostos humano de perfil”;

– Os mistérios do rosto humano;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

– Desenhos de objetos ou cenas ao vivo;

– O desenho de animais, um cavalo e um galo;

AULA 06




Saiba mais


AULA 06. Exercício: rosto humano de frente, proporção e detalhes fisionômicos.

– “O Desenho de rostos humanos de frente”;

– Aplicando os conceitos gerais de proporção de rosto;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

AULA 07




Saiba mais


AULA 07. Exercício Rosto Humano de Médio Perfil a Proporção.

– “O Desenho de rostos humanos médio perfil”;

– O meio perfil oferece um desafio maior de observação;

– Desenhar rosto de médio perfil da tridimensionalidade ao desenho;

– A influência da luz e da sombra ocorrida pelo efeito de rotação do rosto;

– Aplicando os conceitos gerais de proporção de rosto;

– A proporção do rosto, os eixos principais;

AULA 08




Saiba mais


AULA 08. Exercícios de Pés e Mãos.

– As extremidades do corpo humano, denotam emoções e movimento;

– As extremidades do corpo humano e sua complexidade;

– Sua proporção em relação ao corpo humano;

– O desenho de extremidades, mãos, braços e pés;

– As extremidades sua relação com o corpo;

AULA 09




Saiba mais


AULA 09. Exercícios, 2 Rostos de Médio Perfil, um Garoto e uma Mulher.

–  Estudo do rosto humano a partir de sua expressão fisionômica;

– Uma ferramenta fantástica “O Eneagrama”;

– Nossas expressões e comportamentos cotidianos;

– A lei da proporção, “a justa relação das partes entre si e de cada parte como o todo”,

a “medida certa das coisas”;

– Os traços principais da personalidade;

AULA 10




Saiba mais


AULA 10. Exercício, Corpo Humano Masculino e sua Proporção.

–  Vamos aprender a desenhar o corpo humano Masculino;

– As proporções e suas particularidades;

– A representação do movimento;

– A atitude do modelo, dinâmica ou estática;

– Sua estrutura óssea, as diversas partes do corpo;

– O eixo do movimento;

– Como escolher uma postura que valorize suas características anatômicas;

AULA 11




Saiba mais


AULA 11. Exercício, corpo Humano Feminino e sua Proporção.

–  Como desenhar o corpo humano Feminino;

–  O corpo humano Feminino, suas proporções;

–  O corpo humano Feminino, suas particularidades, altura, curvas, musculação;

– A representação do movimento;

– A atitude do modelo, dinâmica ou estática;

– Sua estrutura óssea, as diversas partes do corpo;

– A iluminação e o desenho de contornos;

– A luz ea sombra, sua importância para a definição dos volumes;

– O corpo humano, como um conjunto de relevos a ser destacados no desenho;

AULA 12




Saiba mais


AULA 12. Exercício, Desenho de uma Mão ao Vivo, Desenho Cego, e Desenho com os dois Hemisférios Cerebrais.

–  Noções importantes sobre criatividade;

– Exercício de modelo ao vivo: “A SUA MÃO”;

– Como liberar a criatividade do lado direito do cérebro “Uma maneira diferente de ver”;

– O observador interno uma forma de ver “longa e profundamente”;

– De onde vêm os estados e as idéias criativas?

– A Tríade da força criativa: Intuição, Vontade  e Fé;

– Nossa Fonte Criativa – O Desenho Cego;

– A transição de modalidade cerebral do Hemisfério Esquerdoao Hemisfério Direito;

– O uso equilibrado dos dois Hemisférios Cerebrais;




ALGUMAS DAS ENTIDADES PARCEIRAS ONDE MINISTRAMOS PALESTRAS, CURSOS E REALIZAMOS EXPOSIÇÕES







“Enquanto eu desenhava, houve momentos de grande emoção, percebi que confiava. Acho que descobri uma ligação com Deus”.
Denise Faria LimaBancária
“O método me ajudou a ter uma melhor visão, aumentando a minha percepção, criatividade e sensibilidade”.
Bruno MotaEstudante
“Está sendo ótimo descobrir o lado direito do cérebro. O mundo está mais colorido, mais cheio de linhas, mais vivo. E eu também”.
Marilia CaldasProfessora
“Pintar com o lado direito do cérebro, me faz compreender que a aposentadoria não é um fim e sim um começo para uma nova vida”.
Lisete S. DiasTécnica Judicial Aposentada
Este método me permitiu descobrir uma habilidade em mim que até o momento não conhecia”.
Laura Marsílio Desenhista Gráfica
“Este curso é para mim uma viagem maravilhosa ao encontro de minha essência, ao que sou realmente”.
Cristina SedaArquiteta
“A oficina me faz ver o mundo com outras cores, tudo é mais belo, sinto-me feliz”.
Haidée C. Rocha Do lar
“Esta atividade é uma terapia, um mergulho no inconsciente”.
Berenice Gaspar de GouveiaDo lar
“A observação do vazio e das formas faz com que minha imaginação viaje pelo mundo fascinante da auto-descoberta, coisas que eu antes não conseguia observar”.
Roberto PenedoEngenheiro
“Pintar com o lado direito do cérebro, me faz compreender que a aposentadoria não é um fim e sim um começo para uma nova vida”.
Lisete S. DiasTécnica Judicial Aposentada
“Enquanto eu desenhava, houve momentos de grande emoção, percebi que confiava. Acho que descobri uma ligação com Deus”.
Denise Faria LimaBancária
“O método me ajudou a ter uma melhor visão, aumentando a minha percepção, criatividade e sensibilidade”.
Bruno MotaEstudante
“Está sendo ótimo descobrir o lado direito do cérebro. O mundo está mais colorido, mais cheio de linhas, mais vivo. E eu também”.
Marilia CaldasProfessora
“Este curso é para mim uma viagem maravilhosa ao encontro de minha essência, ao que sou realmente”.
Cristina SedaArquiteta
Este método me permitiu descobrir uma habilidade em mim que até o momento não conhecia”.
Laura Marsílio Desenhista Gráfica
“A oficina me faz ver o mundo com outras cores, tudo é mais belo, sinto-me feliz”.
Haidée C. Rocha Do lar
“Esta atividade é uma terapia, um mergulho no inconsciente”.
Berenice Gaspar de GouveiaDo lar
“A observação do vazio e das formas faz com que minha imaginação viaje pelo mundo fascinante da auto-descoberta, coisas que eu antes não conseguia observar”.
Roberto PenedoEngenheiro

R$ 497,00

Em até 12x R$ 48,42

PRINCIPAIS VANTAGENS


Adquirir o curso

PERGUNTAS IMPORTANTES



O que aprenderá no curso?

a) Você aprenderá desenhar muito rápido! Desde a 1ª aula  alcançará resultados surpreendentes, como consequência da aplicação da metodologia adequada para acessar o hemisfério direito do cérebro.

b) Desenvolverá suas habilidades e potencialidades desconhecidas, fazendo emergir sua capacidade criativa, que existe dentro de cada um de nós, aprimorando o lado sensorial e a intuição, para ver as coisas de maneira diferente, de uma forma criativa e global.



Quais são os pré-requisitos?

 

Nenhum. Pois a metodologia que utilizamos se destina principalmente a pessoas que “não sabem desenhar” e que “acreditam que nunca vão aprender”. Milhares de nossos alunos são testemunhas do que estamos afirmando



As pessoas que já sabem desenhar também podem vir a se beneficiar muito com nossa metodologia?

 

Artistas ou pessoas que sabem desenhar ou pintar, que tem Dom ou Talento natural, podem vir a se beneficiar e muito com nossa metodologia, porque lhes ajudará a aperfeiçoar-se e desenvolver-se mais rapidamente.



É necessário ter Dom ou Talento para aprende a desenhar ou é uma habilidade a ser desenvolvida?

 

Aprender a Desenhar, como qualquer outra habilidade, como cantar, dançar ou representar, pode ser desenvolvida. Durante nossas aulas, verificamos que, para a maioria das pessoas, o desenho não se manifesta como um “Dom” ou “Talento” e sim como uma capacidade ou habilidade a ser desenvolvida. Existem algumas poucas pessoas que se revelam desde muito pequenas como possuidoras de um “dom” ou “talento” natural, mas não são o foco de nosso trabalho, nosso foco são aquelas pessoas “normais” que acreditam, erroneamente, que nunca vão aprender a Desenhar.



Terei alguma desvantagem em fazer o curso Online, em vez de presencial?

Pelo contrário, como falamos: “é o melhor dos Mundos”, você vai aprender a desenhar sem sair de casa, poupando-se horas e custos de deslocamento, você aprenderá no conforto de seu lar, fazendo seu próprio horário. É só aplicar as orientações detalhadas do curso, passo a passo, através de videoaulas, E-books e exercícios, para você poder treinar e fixar o aprendido em cada uma das aulas.



Terei Suporte durante o curso Online?

 

Sim, terá o apoio através de um serviço de suporte via e-mail e um grupo exclusivo no whatsapp, onde você poderá apresentar suas dúvidas, mostrar seus trabalhos, receber críticas e orientações.



Qual é a Duração do Curso Online?

 

As aulas ficarão a sua disposição durante um ano, a velocidade de sua aprendizagem dependerá de sua disponibilidade de tempo e dedicação. É muito importante esclarecer que, não é uma corrida contra o tempo, o importante é aprender e degustar esses momentos de encontro com você mesmo. Isso sim, lhe dará a oportunidade de desenvolver “um outro olhar” ou como falamos “A forma de Ver de um Artista”.



Que significa a expressão “Ver como um Artista”?

 

“Ousar”, “Ver diferente”, “Sair da Caixa”,  ultrapassar as barreiras de nossos preconceitos é nosso maior desafio. Nos exercícios, treinamos  diferentes técnicas para mudar o ângulo de visão do aluno de “um foco” (o cheio), para “dois focos” (o vazio e o cheio).



A quem está destinado este curso?

 

A qualquer pessoa independente de idade, profissão e nível sócio/cultural. Um público abrangente: adolescentes, adultos, profissionais, pessoas da melhor idade.



Bibliografia e Livros técnicos:

 

Os livros da professora Lidia Peychaux da Oficina Criativa encontram-se a venda no site da Oficina Criativa ou na Amazon.

“Acessando o hemisfério direito do cérebro – A arte como ferramenta para o desenvolvimento da criatividade”,

“O País do hemisfério direito do Cérebro”,

 “Conflitos e diálogos, dos hemisférios cerebrais, na experiência da arte”

Autora Lídia Peychaux diretora da Oficina Criativa.
Estas leituras e outras sugeridas durante os cursos ampliaram sua visão muito além do campo das artes plásticas, dando uma nova maneira de olhar, de  ver o mundo.



Breve Histórico:

 

Estas técnicas foram desenvolvidas, nos “Núcleos da Mão Esquerda” (conhecimento milenar), no IDHI – Instituto para o Desenvolvimento Humano Integral e  com base no método “Desenhando com o Lado Direito do Cérebro”, de autoria da Dra. Betty Edwards, métodos estes, aplicados no brasil na Oficina Criativa ao longo de quase trinta anos e que nos permitiu desenvolver nossa própria metodologia “Desenhando e Pintando com o Hemisfério Direito do Cérebro” hoje a seu dispor através de nossos cursos online.




Whatsapp


Instagram


Twitter


Youtube


Facebook

The teacher won’t be able to tell if a newspaper is right, and might even affordable papers be not able to comprehend it, which can be very damaging to your paper’s results.

The construction of a composition differs from that of a letter, post, pamphlets essay writing service and so on.

× Fale conosco!